Os 10 mais

As mulheres pioneiras da TI

No dia 08 de março é comemorado o dia internacional da mulher. Esta é uma data importante, que é cada vez mais lembrada como um dia para reivindicar igualdade de gênero, com protestos ao redor do mundo.

O primeiro dia oficial da mulher foi celebrado em 19 de março de 1911, na Inglaterra. Após mais de um século de lutas, as mulheres conquistaram muitas coisas, mas, infelizmente, ainda lutam para conseguir igualdade de condições em diversas áreas.

tecnewsbr.com sabe que o lugar da mulher é onde ela quiser e, por isso, queremos homenagear dez pioneiras da tecnologia no mundo.

Ada Lovelace/Reino Unido: a primeira programadora de computadores do mundo

Ada Lovelace nasceu no ano de 1815 em Londres e morreu em 1852. Ela foi educada em casa por sua mãe e teve vários tutores. Sua mãe insistiu que lhe ensinassem ciências e matemática. Ada é considerada como a primeira programadora porque ela escreveu notas que explicam como a noção de um mecanismo específico pode fazer a transição do cálculo para a computação. Ela é uma das mulheres famosas da tecnologia. Toda segunda-feira de outubro é conhecida como Dia Ada Lovelace para comemorar as conquistas das mulheres nas carreiras de TI.

Ada Lovelace

Grace Hopper/EUA: a cientista da computação


Começou sua carreira na computação em 1944 no Mark I de Harvard. Em 1947, ela registrou o primeiro bug de computador do mundo. Em 1949, ela começou a atuar no projeto do Eckert-Mauchly Computer Corporation e fez parte do time que desenvolveu o computador UNIVAC I. Nesta mesma época começou o desenvolvimento do seu próprio compilador. O programa dela convertia termos em Inglês para código de máquina. Resumindo, ela é incrível.

Grace Hopper

Hedy Lamarr/Áustria: a inventora do WiFi


Hedy foi uma inventora autodidata e atriz de cinema, que recebeu uma patente em 1942 por seu “sistema de comunicação secreta”, projetado com a colaboração de George Antheil. Este sistema de salto de frequência foi planejado como uma maneira de desviar os torpedos guiados por rádio durante a guerra, mas a ideia acabou inspirando a tecnologia Wi-Fi, GPS e Bluetooth comumente usadas hoje em dia.

Hedy Lamarr

Annie Easley/EUA: Cientista da NASA


Annie era cientista de foguetes da NASA e pioneira em diversidade de gênero e raça. Quando contratada, ela era uma das únicas quatro funcionárias negras do laboratório. Ela foi uma cientista da computação e matemática e um de seus principais feitos foi desenvolver códigos e programas de computador utilizados para estudar os efeitos das fontes de energia renováveis, como a produção de energia solar e eólica. O principal trabalho de Easley foi no projeto do foguete Centaur na NASA.

Annie Easley

Mary Wilkes/EUA: a primeira usuária de um computador doméstico


Mary é uma ex-programadora de computadores e designer de lógica. Ela é mais conhecida por projetar o software para o LINC, um dos primeiros sistemas de um computador pessoal interativo. Seu uso do LINC em casa em 1965 fez dela o primeiro usuário de computador doméstico, e seu trabalho foi reconhecido no Museu Nacional de Computação, Bletchley Park.

Mary Wilkes

Adele Goldberg/EUA: a inspiração para a GUI


Adele foi fundamental no desenvolvimento da linguagem de programação Smalltalk-80, que inspirou o primeiro computador da Apple. Os conceitos que Adele e sua equipe colocaram em movimento se tornaram a base das interfaces gráficas de usuário (GUI) que usamos todos os dias.

Adele Goldberg

Radia Perlman/EUA: a mãe da Internet


Apelidada de “Mãe da Internet”, a invenção de Radia do algoritmo por trás do Spanning Tree Protocol (STP),foi fundamental para tornar possível a Internet atual. Seu trabalho teve um enorme impacto na maneira como as redes se auto organizam e movem dados e implementam as regras básicas do tráfego da Internet. Radia fez palestras em todo o mundo e ainda é programadora e engenheira de computadores da Dell EMC.

Radia Perlman

Katherine Johnson/EUA: a matemática da NASA


A análise da trajetória de Katherine como matemática da NASA foi crucial para o sucesso do primeiro voo espacial americano. Seus complexos cálculos manuais também foram críticos em muitas missões espaciais, incluindo o primeiro americano em órbita, John Glenn. Katherine correu os números programados no computador da NASA para o voo à mão, a pedido de Glenn. Katherine se lembra dele dizendo “se ela diz que eles são bons …” então eu estou pronto para ir. ” Aos 97 anos, ela recebeu a Medalha Presidencial da Liberdade, a maior honra civil da América, pelo Presidente Obama.

Katherine Johnson

Karen Sparck-Jone/Reino Unido: a pioneira em ciência da informação


Karen foi pioneira em ciência da informação e seu trabalho é um dos mais citados em seu campo. Seu desenvolvimento da Inverse Document Frequency (IDF), um fator de ponderação que avalia a importância de uma palavra para um documento, agora é padrão nos mecanismos de busca na web e usado para classificar a relevância de um documento em uma consulta. Ela recebeu a aclamada Medalha Lovelace em 2007!

Karen Sparck-Jones

Elizabeth Feinler/EUA: o mecanismo de pesquisa original


Entre 1972 e 1989, Elizabeth administrou o Network Information Center na Califórnia, que era um pouco como um “Google pré-histórico”. A NIC foi o primeiro local a publicar os recursos e diretórios da Internet, desenvolvendo os diretórios “páginas brancas” e “páginas amarelas” originais. Seu grupo também desenvolveu o esquema de nomeação de domínios .com, .edu, .gov, .net e muito mais que usamos hoje em dia.

Elizabeth Feinler
Tags

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button
Close